1.5.08

Papo de doido

- Posso sentar com vocês?
- Já sentou, tudo bem.
- Não demora que nossos namorados podem chegar a qualquer momento.
- Tudo bem, só tô afim de bater um papo...
- Tá, fala.
- E aí, vc vem sempre aqui, né?
- Papinho furado, né, amigo.
- Qual o seu signo?
- Câncer
- Trancado dentro de mim mesmo eu sou, um canceriano sem lar... E você?
- Detesto signo, detesto quando perguntam sobre ele.
- Tudo bem, não toco mais no assunto, ué.
- Olha lá, seu amigo tá indo embora.
- Tudo bem, depois encontro ele. E aí, o que vocês fazem?
- somos professoras
- !
- Que que tem?
- As duas? Professoras? Aqui, no boteco bebendo?
- ?
- Não é comum, né?
- É sim, mais do que você imagina.
- Professoras de quê?
- História
- Artes
- História? Ah, então que tal me ajudar a saber sobre meus antepassados?
- Não sou exotérica, não vejo o passado, sou professora.
- É que sou descendente dos Fenícios.
- Putz. Legal. Eu trabalho até as 18h, depois disso a aula é mais cara. Mas vou dar uma amostra grátis. Seus antepassados desenvolveram e destacaram-se no comércio marítimo na Antigüidade.
- Caramba, são professoras mesmo! Tô quase acreditando que as duas tem namorados mesmo.
- Temos sim, e já estão chegando.
- Estranho vocês duas aqui, sozinhas.
- Sabe o que é estranho, meu amigo? Nós estamos aqui tentando conversar, mas você sentou, não levantou mais e não deixa a gente conversar com esse papinho furado.
- Puxa. Tá bom, vou embora. Mas qual o seu signo? Deve ser de peixes.
- Tchau!

6 comentários:

Edu Guimarães disse...

Ainda acho que 'somos lésbicas' é uma ótima saída. No começo o cara vai ficar animadinho, pensando que vai participar, mas aí é só dizer outra do tipo 'e não curtimos terceiros'.

Anna Flávia. disse...

esses malas são chatos demais.

ah, mas fiquei curiosa, qual teu signo? ashuehua

Márcio Brigo disse...

hahahahaha.

Tem gente que ralmente merece.

Agora quero corrigir uma maldade cometida no post anterior, nunca disse que vc não vai mais crescer - embora seja verdade - beijos.

P.S.: Tem mantido a qualidade de um modo excepcional.

Mila disse...

Afinal, é de peixes?
Não resisti! Tive que perguntar! rsrs

Esses caras que chegam com papinho furado estão espalhados pelo mundo como uma epidemia.
Outro dia, estava com uma amiga e chegou um tipinho desses na nossa mesa. Começou o papo assim:
"Desculpa interromper, mas me disseram que mulher sempre tem de tudo na bolsa... Queria saber se você não teriam um abridor de garrafas aí. Têm?"
O foda é que o bar que freqüentamos (como a maioria dos outros bares) já entrega as garrafas abertas. Ou seja, não colou meeeeesmo!
Ele ainda tentou ficar de papo, mas minha amiga que sabe ser grossa como ninguém, cortou ele rapidinho. rs

Beijos

Mike disse...

piscianas... confusão geral!
ótimo teu relato... é verídico?

bel, segui seu conselho... o primeiro post q li seu foi de qdo vc foi ver o filme "10.000 a.C."... fiquei com o filme na cabeça depois de seu relato e assisti ontem... concordo com tudo q vc disse... é uma suruba histórica geral... hehehehe

disse...

Mulheres em bar passam por essas. Sempre. É de praxe. Precisamos sair de casa com o espírito preparado. E quem vai deixar de ir a bares por causa disso, né?

Bom humor é tudo nessa vida. É assim que se faz, meninas. :P