27.1.09

Eu, jornalista?

Pois é. Já tem um tempo que ando me dizendo fotógrafa, botando a maior banca, tipo cachorrinho vira-lata perto de dog alemão, saca? Mas já fiz algumas coisas por aí... fiz a resenha do show do Ozzy no ano passado, fiz também foto e resenha do show do POD, mesmo não gostando... mas nesse domingo foi a glória. Vou explicar o motivo.

Primeiramente, o show foi o do Língua de Trapo, no SESC Santo André. Um dia antes teve Cachorro Grande e Autoramas no SESC Pompéia, fiz também a cobertura, mas não foi tão bacana. Sabe por quê? O Laert Sarrumor, líder e vocalista da banda Língua de Trapo publicou hoje, no blog da banda, um comentário sobre a matéria. \o/

Nem é grande coisa, acho até que muitos nem conhecem a banda. Mas pra quem ouve os caras, segue a carreira deles, e não manja nada de nada, até que foi um grande passo! Passo que só foi possível graças ao jornalista, sem ele o texto teria ficado um lixo, tipo esses que publico por aqui. E sem ele, também, provavelmente não estaria indo a tantos shows, aprendendo na marra a fotografar. Já disse num post anterior aqui... sei lá quantas vidas ainda tenho, mas devo algumas pra ele.

Bom, aproveitem e vejam a matéria no Território da Música, as fotos que eu e o Edu tiramos, e baixem algumas músicas deles, vale a pena. Ah, já que tô fazendo o merchan, então aproveitem pra ver todas as fotos desses shows todos no meu flickr e no do Edu também.

Um comentário:

Márcio Brigo disse...

Eu dou o maior apoio para vc ser jornalista, conheço jornalistas que não escreve 10% do que vc escreve, agora se for fotografia, conheço uns que não sabem oq é enquadramento. Resumindo, só falta um papel.
Beijos.