3.11.08

Não consigo ser alegre o tempo inteiro

Principalmente quando começo a ver a decoração natalina pela cidade, e as lojas cheias de árvores de natal pra todo lado. Aos 28 anos sou obrigada a confessar, é verdade... não gosto dessa época. E não é que eu não seja uma pessoa festiva e tal, pelo contrário, pra mim, tudo é festa. Mas essa época é difícil. Vamos às prováveis causas:

Faz seis anos que sou professora. Essa época do ano é a mais tensa dentro de uma escola. Os alunos não aguentam mais, os professores também não, todos querem férias, e é a época em que todo mundo quer nota, principalmente nós, professores. É só stress.

Festas de final de ano. Sabe, não tenho saco pra confraternizações, principalmente no trabalho. É sempre a mesma coisa, o povo que passa o ano todo querendo se matar, de repente, viram todos amigos. Tô fora, minha parte eu sempre quis em dinheiro.

Festas familiares. Não, o problema não é ser festa de família, mas aqui em casa é estranho. Fica todo mundo esperando dar a hora, aí se abraça, come e vai dormir. Emocionante.

Acrescente a tudo isso sucessivas experiências ruins. É, anos atrás, Natal e Ano Novo era motivo de apreensão e privação de certas coisas. Não vem ao caso comentar cada uma delas, o fato é que por um bom tempo, não tive 'boas festas' não.

Acho que tudo isso me deixou traumatizada. Por essas e outras que quanto mais chega perto o final do ano, mais tenho vontade de sumir do planeta viajar. Mas acho que a questão nem é viajar, ir pra longe... acho que seria só sair do meio em que passo o ano todo, ou que passei os outros finais de ano. Será que preciso de terapia?

E que venha logo o carnaval!!!

PS: Preciso voltar mais vezes por aqui, tanta coisa acontecendo...

2 comentários:

Mila disse...

Bel! Dá o braço aqui e vamos sair juntas, fantasiadas de Grinch, reclamando do Natal. Detesto!
Me lembro da minha avó, lembro das porcarias que aconteceram durante o ano, das pessoas que não estão perto de mim por algum motivo qualquer, vejo a falsidade na cara de todo mundo que passou o ano todo brigando e agora tá trocando presentes e abraços...
Eu preferia dormir e só receber meu presente na manhã do dia 25. Mas tenho que fazer aquela social com a família, então lá vou eu exercitar minha falsidade e abraçar pessoas também.
=/

Ju disse...

posso ir junto?

nossa, nada pior que fim de ano e pior que climão em reunião familiar e a cara que um faz pro outro e a hora que vira as costas e sai falando mal tipo nossa você viu o namorado da fulana, viu como ela responde pra mãe? e aquele bla bla bla todo, resumindo é um pé no saco! kkk
bjus