17.6.09

Odeio meu nome

sIsso já não é fato desconhecido para os mais íntimos. Eu não odeio só meu primeiro nome não odeio todos os outros também que o seguem. Mas o problema hoje é só um, o que eu resolvi 'adotar' como principal, como sobrenome da pseudo fotógrafa. Minhas fotos assino como Bel Gasparotto. Até aí, tudo bem, melhor do que Bel Fernandes ou ainda, Isabel Cristina Gasparotto Fernandes. Haja foto.

Cá estou eu desde não sei que horas visualizando milhares de fontes pra, mais uma vez, tentar fazer um logo que me agrade e acompanhe de uma vez por todas as minhas fotos. Mas não queria só uma simples letra, queria uma letrinha desenhadinha, bonitinha, gracinha, fofinha, meiguinha, etc. Lá no NetFontes a gente digita a palavra que quer e as fontes já aparecem formando essa palavra. Não tem nehuma que realmente me agrade, a agora acabei de descobrir o motivo, o Gasparotto.

Desde os primórdios tempos de escola, os amigos já falavam 'Gaspa o que? Nossa, que nome é esse?' ou ainda 'Afff, que sobrenome feio'. Sem falar no 'como escreve?', no 'é com dois tês?' e ainda no 'olha, sobrenome famoso', que eu prontamente respondia, 'não, ignorante, os espíritas são Gasparetto!'.

Afinal, que sobrenome é esse???? E nem falei ainda do Isabel...

Um comentário:

Lizandra disse...

Ah, Bel, 'Gasparotto' é legal! Parece muito sério e sóbrio, é verdade. os dois Ts dão um ar de riqueza e também indicam que um sangue latino que corre por aí.

Otto, aliás, é um sufixo que indica afetividade (relativo a algo especial) ou grandeza (algo importante).

'Gaspar' faz pensar em alguma nobreza.

Mas entendo sua cisma com o nome. Lizandra também não ajuda. Sai de tudo: Elizandra, Lissandra, Alessandra, Lyzandra, Lissandra, Elisângela... Depois vem o sobrenome: Pronin. Já disseram até 'Pramim'. Lamentemos e perdoemos os apoucados.